Testando o novo Ubuntu 16.04 LTS

Fala galera! Para começar com o pé direito, vamos dar uma conferida no novo Ubuntu 16.04 LTS liberado há uma semana pela Canonical. O download está disponível em http://www.ubuntu.com/download/desktop.

Como usuário do Ubuntu desde os seus primórdios, 4.10, 5.10 (quanto tempo hein hehe :D), estou acompanhando a evolução desta ótima distribuição Linux baseada no Debian. Hoje o Ubuntu é um sistema operacional bem maduro, estável e visualmente bonito (mesmo que já mereça um pequeno tapa no visual para não ficar "cansado").

A partir do Ubuntu 14.04 eu passei a adotar a postura de utilizar apenas as versões LTS. Hoje prefiro a estabilidade. Para quem não sabe o que é LTS, o tio Jeff vai dar uma esclarecida ;-)

LTS - Long term suport é o termo usado para as versões do Ubuntu com tempo de suporte extendido. Portanto, enquanto uma versão normal do Ubuntu possui atualizações por cerca de 9 meses, as versões LTS têm suporte de 5 anos. Normalmente são lançadas a cada 2 anos.

Portanto a última versão do Ubuntu que eu utilizava era a 14.04. Após ser lançada a versão 16.04 decidi atualizar meu notebook. Meu sistema atual é um Dell Inspiron 14r com processador Intel Core i5 3337u 1.8GHz, 6GB de RAM, HD 1TB e acelerador gráfico Nvidia Geforce GT730M 2GB. Este meu bom e velho amigo é meu companheiro de guerra há quase 3 anos. Minha utilização basicamente é jogos pela Steam, internet e principalmente gravação e edição de áudio/vídeo para os covers de teclado que posto no meu canal do YouTube \m/. <modo jabá=on> Para quem quiser conferir, acesse https://www.youtube.com/jeffersonhenriquex. Entrem e inscrevam-se! <modo jabá=off> :D

Detalhes do meu sistema

Tentei realizar upgrade como normalmente faço, porém estranhamente desta vez não foi bem sucedido e o sistema quebrou ao final do upgrade, ficando inutilizável :-( . Após este problema, decidi fazer uma instalação limpa em dual boot com Windows 10 também instalado neste notebook.

A instalação foi feita via pendrive de forma extremamente fácil e rápida, como de praxe.

Após a instalação o sistema reiniciou com o GRUB listando Ubuntu e Windows 10 para boot. O boot do Ubuntu continua rápido. Todo o hardware foi reconhecido, sendo necessário apenas fazer a costumeira instalação do driver proprietário da Nvidia pelo próprio Ubuntu. O consumo de memória está muito bom mesmo com alguns programas instalados por mim e que iniciam junto com o sistema, como o Dropbox.



De cara temos um sistema leve e visualmente bonito. Vários pacotes foram atualizado, com destaque para:

Linux Kernel 4.4
Unity 7
Firefox 45
LibreOffice 5.1

Visualmente não há mudanças radicais, porém há alguns ajustes finos muito bem vindos que destaco como o brilho de tela que finalmente é mantido mesmo reiniciando o Ubuntu (aleluia!!!)...


...estado do Bluetooth é mantido mesmo reiniciando (finalmente! É pra glorificar de pé!! haha)...


...controle de volume reconhece o microfone do fone do meu finado Galaxy S3 e adicionou a barra de volume (muito bem pensado!!)...


...busca online do Dash desativado por padrão (busca no Unity muito mais rápida e apenas resultados locais).


Interface do LibreOffice agora segue o padrão do projeto sem customizações dos ícones. Isto é muito útil para quem está vindo de outros sistemas operacionais e já utilizava o LibreOffice. Acreditem em mim: mude um simples ícone para deixar um usuário leigo maluco haha 

Clique na imagem para ampliar

Porém nem tudo são flores. A antiga Central de Programas do Ubuntu foi substituída pela Ubuntu Software. Este novo gestor de programas, apesar de ter alguns recursos legais, está bem "capenga", pois não encontra alguns softwares na busca como o ubuntu-restricted-extras. Além disso, ao clicar duas vezes sobre um pacote DEB baixado da internet, como o instalador do Google Chrome, a Ubuntu Software simplesmente empaca feito uma mula velha e não instala nada... Porém deve ser resolvido em breve via atualizações do sistema.

Ubuntu Software bem capenga :-(

Também me deparei algumas vezes com o Ubuntu engasgando com algumas mensagens de erros, como a tela abaixo.


A Steam está apresentando uma mensagem de que está desatualizada, mesmo instalado a versão mais recente. O problema já foi relatado por vários usuários e em breve a Steam deve liberar a correção.


Outro software de terceiros apresentando problemas é o Google Play Music Manager que simplesmente não abre as opções e ainda está com erros no repositório oficial. Vamos aguardar a solução vir do Google.

Opções para o Além... Não funciona por enquanto...
O Kdenlive, um editor de vídeos maravilhoso e livre, não está reconhecendo a barra de menus do Unity e está duplicando as opções.



E aí? Será que vale a pena atualizar?

Por ainda ser um sistema recentemente lançado você pode se deparar com alguns problemas como esses. Porém estamos falando de um sistema LTS e como o seu foco é a estabilidade, é questão de tempo para que a Canonical corrija esses erros, bem como os demais produtores de software como Google e Steam.

E você deve estar se perguntando "Mas e aí? Atualizar ou não atualizar?". Pois bem meu nobre amigo, minha nobre amiga. Se já está sofrendo de tremores e demais sintomas comuns pela sindrome do software recente, eu digo que pode baixar e instalar o Ubuntu 16.04 sem medo. Apesar de alguns problemas pequenos, o sistema está muito bom e vale a pena aguardar correções estarem disponíveis. Entretanto se você preza pela maior estabilidade do sistema e/ou utiliza em computadores de produção, como desktops de empresa, por enquanto eu recomendo aguardar algumas semanas para ter algumas correções disponíveis via Software Update.

Então ficamos por aqui. Espero que gostem deste poste e que as minhas experiências sejam úteis para vocês. Se possui alguma crítica, correção ou sugestão, deixe aí nos comentários a sua opinião.

Aproveitem também para compartilhar essa análise com seus amigos e curtam as minhas mídias sociais como Facebook, Twitter e Google Plus.

Um grande abraço e tudo de bom sempre! ;-)

4 comentários:

  1. Olá,
    Que bom voê está de volta, com a sua experiência com o Ubuntu será de grande ajuda para todos.
    Em relação ao Ubuntu 16.04 eu já fiz minha instalação, eu bem satisfeito com o sistema, está mais rápido na inicialização, no restante até agora não apareceu nenhum bug.
    Uso Ubuntu desde o 13.04, e fiquei impressionado na época por o Ubuntu ter reconhecido todos os componentes do hrdware de minha máquina, que esse ano de 2016 faz 8 anos de uso, e o Ubuntu 16.04 também reconheceu todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente amigo. O Ubuntu é um ótimo sistema operacional e evoluiu muito ao longo dos seus quase 12 anos de vida. Hoje está bem maduro.

      Excluir
  2. Sempre que puder estarei aqui para aprender mais sobre o Ubuntu e sobre o Linux em geral.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Luiz! Será sempre bem vindo ;)

      Excluir

Deixe aqui seu comentário...